O que são Casas Astrológicas?

Você já deve ter ouvido sobre Casas Astrológicas mas talvez não conheça o significado de cada uma delas.

As 12 casas astrológicas representam os setores da nossa vida, áreas de realização da nossa potência. Se iniciam a partir do ascendente, onde aparece a linha do horizonte.


As casas não tem necessariamente tamanhos iguais, elas variam dependendo da latitude que a pessoa nasceu e da época do ano também. Por isso na hora de fazer o mapa astral completo, é necessário saber o local e a hora exata do nascimento.


Entenda as 12 Casas Astrológicas:

Entenda as 12 casas Astrológicas que representam os setores da nossa vida

Casa 1: ASCENDENTE

Rege a aparência e as atitudes, é a nossa “fachada”. Se falasse, esta casa diria: “Eu sou”.


Casa 2: DINHEIRO E POSSE

É a casa dos valores, tanto morais como materiais – sua frase é “Eu tenho”. A partir dela podemos entender como alguém se vira para conseguir as coisas materiais de que precisa e qual sua relação com o dinheiro. Nela, os planetas ficam à vontade e expressam sua verdadeira natureza.


Casa 3: COMUNICAÇÃO

É também a do social e do aprendizado racional. Tem a ver com irmãos, vizinhos e amigos próximos com quem troca ideias, ou seja, as pessoas com quem você fala todos os dias e desde o início da vida. O signo dá a pista sobre clarezas e dificuldades nessa área. Mercúrio sugere um comunicador natural e Saturno, dificuldade de aprendizado na infância.


Casa 4: VIDA DOMÉSTICA

Indica onde você se sente “em casa”. E tem a ver, é claro, com a sua primeira morada de fato: a relação com os pais e a base que deram para você se aventurar no mundo. É a casa da intimidade e uma fonte de segurança. Mentalmente, ela representa a zona de conforto e as respostas automáticas que vêm do inconsciente.


Casa 5: DIVERSÃO

Aqui moram a criatividade e a recreação. Se os planetas e o signo encontrados nela formarem uma aliança favorável, a expressão artística será ótima. Por ter essa conexão com a criação é conhecida como a casa dos filhos – sejam eles gerados pela mente ou pelo corpo.


Casa 6: SERVIÇO

Puro trabalho. É a casa dos desafios e do serviço prestado aos outros. O Sol nela indica uma vida voltada a atender os demais. Já o signo dá a dica de onde isso será feito: numa ONG, num hospital, num restaurante ou no serviço público.


Casa 7: OS OUTROS

É a casa do “nós”. Diz respeito a todos os relacionamentos íntimos. Os planetas dizem se a convivência será fácil ou difícil: se Vênus se encontra aqui, a pessoa pode se tornar dependente do parceiro. Já Urano é alerta de divórcio.


Casa 8: SEXO E MORTE

É a dos recursos compartilhados e, nela, o signo indica a capacidade de dividir. O legado pode ser também algo psíquico, como um vício de família. Por reger também a dissolução do “eu” material, está associada à morte e à entrega. Os planetas presentes nela falam das preferências sexuais.


Casa 9: GLOBAL

É a casa das ideias coletivas e por isso engloba lei, religião, filosofia e ensino. Sua frase é: “Nós pensamos”. Os planetas nela situados indicam a capacidade da pessoa de desenvolver sua consciência social.


Casa 10: MEIO DO CÉU

É a casa da vida pública e da profissão. Os planetas e o signo nela situados indicam o grau de motivação que a pessoa tem para correr atrás do sucesso.


Casa 11: GRUPO

Diferentemente da nona, esta tem a ver com a ação direta. O signo e os planetas mostram a facilidade ou a dificuldade em fazer amigos e trabalhar em equipe.


Casa 12: INCONSCIENTE

Revela o conteúdo da mente para que lidemos com ele. É a casa das inquietações de espírito, da loucura e dos segredos de família.